Galeria de Fotos

30/08/2011 - Oratório Madre Aloísia Cach
 
Histórico da relíquia de Madre Aloísia
Vinte e cinco anos após a morte de Madre Aloísia, seu cérebro foi encontrado intacto. Recolhido em um recipiente de vidro foi sepultado, direto na terra, no novo cemitério de Guarani-Mirim. Trinta anos mais tarde foi aberto o túmulo e o recipiente lá estava, porem o cérebro em forma granulada. Neste últimos 19 anos, ficou um tempo na capela do Hospital Sagrado Coração de Jesus - hoje o Revitacentri - e depois levado ao Memorial Histórico da Congregação, situado ao lado do Revitacentri. Finalmente aos 28 de Agosto de 2011, ao completar 74 anos da sua morte, foi solenemente transladado para um lugar definitivo e de honra, neste oratório da Casa Mãe da Congregação que ela fundou, Irmãs Franciscanas da Santíssima Trindade. Lugar onde deu a Deus os últimos anos de sua vida até o dia 28 de Agosto de 1937 quando encontrou-se face a face com Ele.
 

  Página 1 de 1