Galeria de Fotos

01/07/2012 - Experiência Assis 2012
 
Uma Experiência fraterna de oração, reflexão, itinerância e graça.

Esta Experiência iniciou em São Paulo onde formamos uma fraternidade composta por 36 participantes e 03 coordenadores: Frei Marco Antônio, Maria Bernadete e Ir. Jailda. Chegamos à Itália dia 21 de abril e recebemos mais uma companheira Ir. Solange que juntou-se a nós vinda da Guiné Bissal.
Em nossa experiência fraterna itinerante visitamos as cidades de Roma, Assis, Foligno, Spoleto, Rieti, Cortona, Perugia e Gubbio. Rezamos nos eremitérios de Carcere, Monteluco, La Floresta, Poggio Bustone, Greccio, Fonte Colombo e Sacro Speco, La Cella, Montecasale e La Verna. Em cada lugar rezamos e refletimos sobre a vida de Francisco e Clara, associados a cada um deles.
Em Roma celebramos a Eucaristia na Tumba de São Pedro, tivemos a audiência com o Papa e renovamos nossa Consagração Religiosa na Basílica de São João do Latrão.
Chegar a Assis sem duvida foi uma experiência impar, muito emocionante, parece que naquela cidade medieval, a qualquer momento, ao dobrarmos uma esquina vamos nos deparar com Francisco e Clara, tão marcante é o espírito franciscano nesta cidade que nos dá a impressão de estarem vivos.
Em Assis celebramos na basílica da mãe Clara, e no túmulo do pai Francisco. Em São Damião, celebramos os 800 anos do Carisma Clariano. Na catedral de São Rufino renovamos nosso batismo.
De Assis seguimos para Spoleto, e de lá para Rieti. Em volta dessa cidade há quatro importantes eremitérios franciscanos: La Floresta, Poggio Bustone, Grecio e Fonte Colombo. A beleza da região encantou a todos.
Em Poggio Bustone celebramos a paz e o perdão. Subimos até à gruta do perdão onde Francisco experienciou a compaixão de Deus e teve a certeza do perdão de todos os seus pecados.
Em Greccio celebramos o Natal rememorando a atitude de Francisco que ali celebrou o natal em 1223, representando em uma das grutas do monte, por meio de um boi, um burro e palha sobre um cocho, o nascimento de Jesus.
De Rieti fomos a Santa Maria dos Anjos, onde celebramos a eucaristia na igrejinha da Porciúncula. Este lugar, especialmente caro para São Francisco, igrejinha dedicada a Santa Maria dos Anjos, muito importante para todos nós da família franciscana. Foi em Santa Maria que Francisco reuniu os seus irmãos. Nela ele recebeu Clara, e em 1226 Francisco faleceu.
Partindo da Porciúncula fomos ao Monte Alverne. Lugar onde Francisco recebeu os estigmas do Crucificado em 1224, ali rezamos e refletimos o “calvário franciscano”, sentimos o frio, caminhamos no bosque, subimos até a Penha, celebramos a Eucaristia de Ação de Graças e nos despedimos dos lugares santos de nossa espiritualidade.
Assim, no convívio fraterno, na oração, no estudo, na reflexão, e na itinerância: em grandes basílicas, em pequenas e simples capelas, em pobres e rudes eremitérios, na exuberância da natureza vivemos a Experiência Assis. A minoridade e fraternidade foram os fortes e constantes apelos sentidos e verbalizados por todos. Que o Pai Francisco e a Mãe Clara nos ajudem a revigorar nossa Vida Consagrada Franciscana.
Nosso grupo se despediu com muita saudade. Formamos uma fraternidade. No decorrer da caminhada o grupo foi se aproximando, fortalecendo e criando verdadeiros laços de fraternidade.
Louvado seja meu Senhor por esta rica experiência. Obrigado aos “Três Companheiros” pelo serviço fraterno. Obrigado à congregação pela oportunidade e graça que me foi concedida de fazer esta experiência. Louvado seja meu Senhor, louvado seja!
Irmã Rejane Maria Grigoleto
 

  Página 1 de 1